Saiba quais são os passos para registrar a marca da sua empresa

Saiba quais são os passos para registrar marca de empresa

Ao decidir abrir seu negócio, sem dúvidas, você não deve negligenciar a hora de “registrar marca de empresa”. Nós e você sabemos disso, mas, talvez ainda restem algumas dúvidas.

As possibilidades e vantagens que um registro de marca garantem estão entre os principais patrimônios de um negócio – o que já é o principal motivo para não abrir mão desse registro.

A partir da sua marca que você poderá registrar identificação direta com o seu público-alvo

Em seguida, você poderá utilizar a marca para traçar estratégias de exploração de marketing direta ou indiretamente. O que já ajuda, e muito sua vivência em negócios.

Registrar marca de empresa garante também proteção

E tabelando sua diferenciação, evitar possíveis processos ou outras complicações jurídicas, como plágios. Dores de cabeça a menos para a vida enquanto empresário.

Após registrar marca de empresa, há garantia seu usuário o direito de uso exclusivo

Em todo território nacional, mas podendo também ser ampliado para mais 137 nações. Isso se deve à participação do governo brasileiro na Convenção da União de Paris de 1883 (CUP) no ramo de atividade econômica.

Uma marca forte e consolidada pode valer até mais do que o patrimônio material da empresa

E por isso o Registro de Marca é fundamental para garantir a segurança de qualquer negócio.

Afinal, é o registro de marca que protege sua empresa e garante a propriedade sobre uma determinada marca (nome e símbolo), amparado pela lei 9.279/96 (Lei da Propriedade Industrial). Tal pedido de registro é protocolado junto ao INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial).

Ou seja, só é o dono da marca quem tem o registro dela. Então, não basta apenas ter um domínio (endereço) na internet, logomarca ou perfil nas redes sociais – mas isso serve para que você possa comprovar a precedência do uso da marca, e assim facilitar o seu registro.

Quer saber os passos para registrar sua marca?

Confira a seguir:

O Registro

O INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) é o órgão governamental que você utilizará para registrar marcas, patentes, softwares, logomarcas, dentre outros. Nele você pode encontrar todas as marcas já registradas em seu banco de dados, bem como é onde permanecem os pedidos de análise.

O registro da marca pode ser realizado sem o auxílio de um advogado, tanto por pessoa física quanto por pessoa jurídica, desde que esteja exercendo atividade legalizada. Uma vez concedido pelo INPI, o registro tem duração de 10 anos.

Uma das exigências para fazer esse tipo de registro é ser domiciliado no Brasil. No entanto, é um tipo de problema contornável, uma vez que se o empresário reside fora do país, pode ter um representante através de procuração.

É importante citar que, apesar dos custos envolvidos, o registro da marca não é uma despesa, e sim um investimento que terá reflexo no caixa do negócio no futuro.

A Pesquisa

É preciso pesquisar se o nome escolhido está legalmente disponível e se qualquer um dos elementos que integram a marca (como texto e cores) não podem entrar em atrito com outra marca já registrada.

Uma vez feita a pesquisa, você deverá procurar sobre as taxas do INPI, já que o órgão governamental permite descontos em alguns casos. São eles: pessoas físicas, microempreendedores individuais, microempresas, empresas de pequeno porte, cooperativas, instituições de ensino, entidades sem fins lucrativos e órgãos públicos.

O Setor da marca

É hora de definir o setor da sua marca. Esta pode ser registrada em diferentes ramos de atividade. Em outras palavras, podem existir um hospital, um hotel e uma marca de eletroeletrônicos com o mesmo nome.

A apresentação da marca

Antes de fazer seu pedido, defina qual o tipo de marca em que sua empresa se encaixa. O nome será comercial? Existirá uma logomarca? Faça e organize sua apresentação. Nisso, defina também a natureza de sua marca: será um serviço? Um produto? Uma marca coletiva ou de certificação?

As taxas

Ao registrar uma marca, você deverá pagar ao menos duas taxas: uma na entrada e outra quando você obtiver o registro. Outras taxas podem ser solicitadas durante o procedimento, como por exemplo a apresentação de determinados documentos específicos.

O acompanhamento

Ao registrar sua marca, você deverá enfrentar um processo com muitas etapas e que pode durar cerca de dois anos. Durante este contexto, o INPI pode solicitar informações ou documentos, e a solicitação é levada a público para oposição. Em seguida, os técnicos analisam e chegam a conclusão do deferimento ou indeferimento.

Você pode fazer esse acompanhamento pela busca do número do seu medido na Revista de Propriedade Industrial (RPI), publicada todas as semanas no INPI.

O exame formal

Depois que o pedido é protocolado, o INPI faz um exame formal da solicitação, que é a fase em que o órgão pode apresentar pedidos de documentação comprobatória. Não deixe de se atentar à RPI, uma vez que você possui apenas cinco dias para entregar os documentos exigidos. Se tudo for considerado correto, o INPI publicará o pedido do registro da sua marca com um prazo de até 60 dias para que terceiros apresentem manifestações contrárias.

Se alguém contestar seu pedido, você poderá, em um prazo de 60 dias, contestar a objeção. Após esta data, o INPI realiza um exame formal, podendo solicitar documento da sua parte e da oposição, analisando então o deferimento ou não da marca.

O deferimento e o indeferimento

Se não houverem manifestações de oposição, o INPI pode deferir o registro da sua marca e você passa a ter um prazo de 60 dias para pagar as taxas de proteção dos 10 primeiros anos do negócio. Em caso de indeferimento, você pode apresentar um recurso em um prazo também de 60 dias.

Quer saber mais?

Regularizar empresa: como detectar uma empresa em situação irregular

Abrir CNPJ de Forma rápida

Baixe seu E-book: Preparação para uma Gestão Espetacular: https://materiais.previsa.com.br/ebook-guia-do-sucesso-para-abertura-de-empresas

Imagem_book_guia_do_sucesso_na_abertura_de_empresas_placeit

Se tiver alguma dúvida, deixe aqui o seu comentário ou entre em contato conosco por meio do site: https://redelegalizar.com.br/contato/

Siga-nos também nas redes sociais e inscreva-se no nosso canal para ficar por dentro de todas as novidades do universo da contabilidade.

Facebook: https://www.facebook.com/redelegalizar/
Instagram Previsa: https://www.instagram.com/redelegalizar/
Blog: https://redelegalizar.com.br/blog/

O que você achou desse post?
  • Ótimo (0)
  • Útil (0)
  • Poderia ter mais informações! (0)

Deixe uma resposta