Qual o melhor tipo de empresa para o meu negócio?

Quando se lança no mundo dos negócios, o empreendedor se vê desafiado a tomar uma série de decisões importantes diariamente. A primeira dúvida qual o tipo de empresa para o meu negócio!

As primeiras providências são a escolha de um imóvel, o layout do site e até a definição das atividades que a empresa vai desenvolver.

Isso tudo, você, certamente, já sentiu na pele.

E não para por aí, certo? Outras decisões mais burocráticas também fazem parte deste processo e podem afetar diretamente a saúde financeira da empresa.

Classificar qual tipo de empresa ideal para o seu negócio

É importante que você saiba que o melhor tipo de empresa é resultado da definição de três variáveis: Formato Jurídico, Regime Tributário e Porte da Empresa.

A correta combinação desses aspectos é essencial. Para isso, é muito importante o acompanhamento de um contador.

Se a escolha do tipo de empresa não for bem-feita, você pagará impostos além do que é devido. Ou poderá pagar menos do que deveria.

Independentemente da situação, o negócio poderá pagar impostos indevidamente e, com isso, ter sérios problemas com o Fisco.

Quais os tipos de empresa?

O cenário societário brasileiro conta, atualmente, com diversos tipos de empresa, que atendem às necessidades específicas de cada empreendedor.

Essa diversidade tem como objetivo principal organizar e estruturar as pessoas jurídicas conforme o seu porte, faturamento e objetivo social.

Confira quais temos, atualmente:

MEI

Esse formato pode ser escolhido como melhor tipo de empresa em alguns casos, mas, tem muitas limitações. É constituído apenas pela figura do empreendedor individual, que trabalha por conta própria. Ele opta por criar uma pessoa jurídica a fim de organizar sua atuação e obter um CNPJ. Pode contar com a ajuda de, no máximo, um empregado contratado.

A criação do MEI está condicionada ao faturamento máximo de R$ 81 mil por ano. O empreendedor também não pode ter qualquer participação em outra sociedade como sócio ou titular. Além disso, o MEI está enquadrado no Simples Nacional. Em razão de sua natureza, é isento dos tributos federais pagos normalmente pelas empresas, como o IRPJ, CSLL, PIS/COFINS e IPI. Em contrapartida, o MEI paga um valor fixo mensal destinado à Previdência Social e ao pagamento do ICMS e ISS. Esse valor varia de acordo com o seu tipo de atividade.

EMPRESÁRIO INDIVIDUAL

Muitas vezes, este formato é confundido com o Microempreendedor Individual (MEI). Porém, o Empresário Individual possui características próprias e mais restritivas com relação às atividades que pode desempenhar como pessoa jurídica. O limite de faturamento anual é outra característica deste tipo de empresa. O Empresário Individual enquadra-se como Microempresa (ME) se seu faturamento for de até R$ 360 mil por ano. Mas também pode ser Empresa de Pequeno Porte (EPP) se seu faturamento for de R$ 360 mil e R$ 4,8 milhões por ano. As obrigações acessórias devidas às autoridades também são específicas para este formato jurídico.

O Empresário Individual desempenha sua atividade comercial em nome próprio e, em razão de sua natureza, só pode ser composta por uma pessoa. Além disso, não há separação jurídica entre os bens pessoais e do negócio e, por isso, o Empresário responde de forma ilimitada por qualquer dívida contraída durante o exercício de sua atividade empresarial.

SOCIEDADE LIMITADA

Também conhecida por Sociedade por Cotas de Responsabilidade Limitada, as empresas cujos nomes terminam com Ltda. São aquelas formadas por duas ou mais pessoas – chamadas de sócias. Elas se responsabilizam conjuntamente pelo capital social da empresa, mas essa responsabilidade se limita à quantidade de cotas que cada sócio possui na empresa.

As Sociedades Limitadas são um dos formatos de empresa mais comuns no Brasil e elas são regidas pelo Contrato Social, que deve conter todas as disposições relativas à empresa, como o seu capital social, dados completos dos sócios e suas responsabilidades, e deve ser registrado perante a Junta Comercial.

SOCIEDADE ANÔNIMA

As famosas empresas S/A são aquelas que têm seu capital dividido entre seus sócios através de ações, característica principal das grandes corporações que nós vemos por aí. Toda vez que ouvimos falar em compra e venda de ações, a primeira coisa que devemos pensar é na Sociedade Anônima.

As S/A abertas têm suas ações negociadas no chamado mercado de capitais, mais conhecido como Bolsa de Valores – como a Bovespa ou a Nasdaq. Já as S/A fechadas não são autorizadas a negociar suas ações livremente na bolsa de valores, mas podem fazer ofertas de ações através da Comissão de Valores Mobiliários – CVM, conforme disposto na Lei 6.385 de 1976.

Porte da Empresa

Existem três classificações possíveis com relação ao porte: Microempresa (ME), Empresa de Pequeno Porte (EPP) e Sem Enquadramento.

O principal diferencial aqui é com relação ao faturamento. Microempresa é aquela que fatura até R$ 360 mil por ano. Já a Empresa de Pequeno Porte fatura entre R$ 360 mil e R$ 4,8 milhões. E uma empresa é considerada Sem Enquadramento quando tem um sócio pessoa jurídica ou quando ela tem uma atividade que não permite essa classificação. Vale lembra que quando isso ocorre, o contrato social precisa ser assinado por um advogado.

É importante definir corretamente o Porte porque isso pode acarretar custos para a empresa. Existem convenções coletivas que diferenciam os benefícios a serem pagos pela Empresa de Pequeno Porte para Microempresas. As duas podem ter um benefício menor do que aquelas de maior porte. A escolha errada aqui pode acarretar mais custos para a empresa e o não benefício na participação de licitações.

E agora?

Agora que você conhece os tipos de empresa, você precisa se sentar com seu contador para alinharem qual o tipo ideal para o seu negócio.

Precisa de ajuda? Entre em contato!

Quer saber mais?

Baixe seu E-book: Preparação para uma Gestão Espetacular: https://materiais.previsa.com.br/ebook-guia-do-sucesso-para-abertura-de-empresas

Imagem_book_guia_do_sucesso_na_abertura_de_empresas_placeit

Se tiver alguma dúvida, deixe aqui o seu comentário ou entre em contato conosco por meio do site: https://redelegalizar.com.br/contato/

Siga-nos também nas redes sociais e inscreva-se no nosso canal para ficar por dentro de todas as novidades do universo da contabilidade.

Facebook: https://www.facebook.com/redelegalizar/
Instagram Previsa: https://www.instagram.com/redelegalizar/
Blog: https://redelegalizar.com.br/blog/

 

O que você achou desse post?
  • Ótimo (0)
  • Útil (0)
  • Poderia ter mais informações! (0)

One thought on “Qual o melhor tipo de empresa para o meu negócio?

Deixe uma resposta