Quais os maiores problemas da informalidade empresarial

Quais os maiores problemas da informalidade empresarial

Você teve a ideia esplendorosa de abrir seu próprio negócio, de sair da informalidade empresarial e realizar seu sonho, uma parte importante de tudo que você acredita? Essa ideia gera grande entusiasmo primordialmente no processo que diz respeito à sua criação: seu produto, seu serviço, a estética, como o cliente verá tudo que você pensou e esquematizou com tanto carinho. Foi assim contigo, não foi?

Pois bem, nossa pergunta de hoje é:

Você teve o mesmo zelo ao pensar na regularização de sua empresa?

Esperamos que a resposta tenha sido positiva. Isso porque a regularização, sair da informalidade empresarial, é um passo de suma importância (e deveras essencial) para o crescimento da mesma. Apenas isso irá possibilitar uma série de benefícios e representatividade para a sua empresa.

Agora, caso você ainda não tenha feito esse processo de regularização de empresas, principalmente por pensar que “dá muito trabalho” e com foco em toda a burocracia envolvida, sentimos lhe dizer que você está redondamente enganado e é de suma importância que a gente tenha uma conversa.

Primeiro porque, para a questão burocrática, a solução é simples: procure as orientações certas e entidades que estão interessadas em fazer o seu negócio crescer. Vale a pena contar com profissionais que podem te ajudar e também, solucionar essas burocracias a fim de que você tenha sucesso no seu negócio.

A informalidade empresarial é um fenômeno muito presente na economia brasileira

Em uma simples análise, estamos falando de uma parcela significativa do PIB que não é convertida em impostos e que, consequentemente, não é revertida em melhorias para a sociedade e para o próprio ambiente de negócios.

No entanto, mais do que prejuízos para a sociedade, atuar clandestinamente é uma opção que traz consequências negativas à própria empresa, levando-a muitas vezes à falência com pouco tempo de funcionamento.

Além disso, para garantir que toda a ideia de regularizar sua empresa fique clara e límpida em sua cabeça, vamos expor para ti os maiores problemas que você pode ter com uma empresa informal. Vamos lá?!

PROBLEMA 1 –  dificuldade em emitir notas fiscais

Quando você não dispõe de um CNPJ, não tem como emitir notas fiscais para o seu negócio. E isso impede que ele cresça significativamente, já que empresas grandes que podem demandar o seu serviço ou comprar o seu produto, podem não aderir esse serviço em decorrência da falta de nota fiscal. Além disso, a emissão de notas fiscais traz mais credibilidade ao seu negócio e proteção para o caso de fiscalização.

PROBLEMA 2 – dificuldade em negociar com fornecedores

Ter uma empresa formalizada garante prazos para a compra com seus fornecedores. Enquanto que quando você ainda não dispõe de um CNPJ e mantem a sua empresa na informalidade, essa compra pode ser feita apenas à vista, dificultando o seu crescimento em larga escala.

Essa negociação torna-se facilitada quando você tem um CNPJ registrado e isento de protestos. Portanto, além de ter um registro junto aos órgãos responsáveis é indispensável ser um bom pagador para conseguir melhores condições de faturamento.

PROBLEMA 3 – órgãos de fiscalização

Se você faz a prática de venda de produtos/serviços sem ter um registro nos órgãos responsáveis, a sua atividade é considerada ilegal, sendo passível de multa ou advertência por parte de instituições federais. Portanto, esse é um dos maiores riscos de manter a sua empresa na informalidade.

PROBLEMA 4 – problemas com a Receita Federal

Manter a sua empresa na informalidade impede a arrecadação de impostos pelos órgãos competentes a essa atribuição no governo federal. Isso pode acarretar problemas com a Receita Federal. Portanto, é fundamental contratar um contador ou empresa de contabilidade para cuidar deste aspecto financeiro da sua empresa, a fim de garantir um trabalho dentro da legalidade e com um cálculo justo da sua contribuição.

Caso você fique com aquela pulga atrás da orelha para saber o motivo disso tudo, é bem simples: no caso da Receita e da Previdência Social, o objetivo é ajustar suas contas previdenciárias, tributárias, fiscais e trabalhistas, de modo que legalize toda a sua operação.

Além da Receita Federal, há de se destacar a importância de se regularizar o negócio junto à prefeitura da sua cidade e ao Corpo de Bombeiros. Eles serão os responsáveis por liberar o alvará de funcionamento e de prevenção e proteção contra incêndios.

PROBLEMA 5 – dificuldade em contratar funcionários

A sua empresa precisa crescer. E por isso, precisa contar com funcionários para fazer o trabalho que muitas vezes você não pode executar, afinal você é só um. Delegar tarefas, contratar pessoas e gerenciá-las é um passo necessário para o seu desenvolvimento.

Porém, se você mantém a sua empresa na informalidade, não tem como contratar funcionários assegurados pelas leis trabalhistas, o que pode acarretar em danos para você e para os trabalhadores, se eles decidirem acionar algum órgão responsável por essa fiscalização.

Muitos empreendedores até acreditam que isso representa uma economia com encargos trabalhistas, mas a verdade é que pode ocasionar sérios problemas ao negócio.

Por exemplo: quando um funcionário sofre algum acidente enquanto trabalha para você

Ele poderá acioná-lo na justiça e, tendo ganho de causa — o que não é tão difícil de acontecer —, sua empresa poderá arcar com multas e com todos os custos do auxílio que ele teria direito, caso estivesse registrado na Previdência Social. Enfim, o barato pode sair bastante caro no futuro.

É muito importante ter a sua empresa legalizada e formalizada diante dos órgãos competentes

Isso é fundamental para o seu crescimento como empreendedor e também um incremento na comercialização de seus produtos e serviços.

Sabendo disso tudo que expomos, podemos te desvincular do primeiro ponto que leva muitos empresários a não legalizar a empresa: a falta de informação. Sabemos que os procedimentos que envolvem a regularização, que o deixarão fora de informalidade empresarial, não são tão claros e expostos para a população e isso acaba dificultando para o novo empresário e aumentando a probabilidade dele se manter informal.

Mas, sendo nosso leitor, você já sabe como fazer isso e, agora, sabe as consequências possíveis caso não o faça, certo?

É claro que isso demanda um pouco de tempo, pois existem inúmeros cadastros para preencher, sendo trabalhoso no início. Ainda assim, acredite: as dores de cabeça em médio e longo prazo são bem menores.

Quer saber mais?

O que o empresário precisa para ter sucesso: lições de empreendedorismo

Abrir CNPJ de Forma rápida

Baixe seu E-book: Preparação para uma Gestão Espetacular: https://materiais.previsa.com.br/ebook-guia-do-sucesso-para-abertura-de-empresas

Imagem_book_guia_do_sucesso_na_abertura_de_empresas_placeit

Se tiver alguma dúvida, deixe aqui o seu comentário ou entre em contato conosco por meio do site: https://redelegalizar.com.br/contato/

Siga-nos também nas redes sociais e inscreva-se no nosso canal para ficar por dentro de todas as novidades do universo da contabilidade.

Facebook: https://www.facebook.com/redelegalizar/
Instagram Previsa: https://www.instagram.com/redelegalizar/
Blog: https://redelegalizar.com.br/blog/

 

O que você achou desse post?
  • Ótimo (0)
  • Útil (0)
  • Poderia ter mais informações! (0)

Deixe uma resposta