Como abrir empresas de reforma

Decidiu abrir empresas de reforma? Você sabia que sua opção de mercado é algo que tem um crescimento exponencial além do tempo?

Historicamente, as reformas residenciais e empresariais são um segmento que permanece próspero, mesmo com crises econômicas e variações de mercado.

Abrir empresa de reformas residenciais e empresariais, na maioria dos casos, é a garantia de projetos durante o ano inteiro, já que as reformas fazem parte da cultura brasileira e são muito procuradas por indivíduos em diferentes faixas de renda.

Para melhor te ajudar, separamos, hoje, algumas informações importantes para sua nova empresa de reformas residenciais e empresariais, além de algumas dicas para assegurar que você faça sempre um trabalho reconhecido e destaque-se no mercado de trabalho.

1 – Revitalização de ambientes

Dentro do segmento de reformas residenciais e empresariais, um serviço muito requisitado é o de revitalização de ambientes.

Neste serviço, um ambiente deteriorado e/ou antigo é renovado, incluindo sua fachada, levando em consideração os desejos do seu cliente, custos de matéria-prima e prazo estipulado.

Neste caso, a comunicação com o cliente é essencial, e esta comunicação clara e objetiva com seu cliente deve sempre ser parte primordial de sua empresa ao abrir empresa de reformas residenciais e empresariais.

2 – Construções

Algumas reformas residenciais e empresariais exigem a construção de ambientes ou parte de ambientes como complemento às reformas realizadas.

É comum que a própria empresa especializada em reformas residenciais e empresariais se dedique a construção desses ambientes – esse pode ser o seu caso.

É preciso, no entanto, contar com profissionais capacitados para esse tipo de atividade que, geralmente, é mais complexa e demanda um conhecimento mais aprofundado, por isso, certifique-se de qualificar todos os seus funcionários antes de abrir empresa de reformas residenciais e empresariais.

3 – Estrutura

O imóvel escolhido para instalar a empresa de pequenos reparos residenciais pode ser uma loja, sala comercial ou mesmo uma residência adaptada para a atividade (validado pela prefeitura), conforme abordado no capítulo “Localização”.

Sugere-se, de uma forma mais geral, um espaço com cerca de 50m², pois entende-se ser suficiente para os serviços administrativos da empresa e guarda de material.

O local, preferencialmente, deve possuir uma área destinada para o escritório da firma e contatos comerciais (reuniões com fornecedores, por exemplo), além de uma área operacional com armários para guarda dos equipamentos e ferramentas de trabalho.

É indicado que haja um vestiário para os empregados e também uma copa para refeições e guarda de alimentos.

Caso a sua empresa esteja locada em um ponto comercial, recomenda-se placas ou letreiros, pois ajuda na divulgação do negócio.

Você precisará de um espaço maior caso agregue mais serviços em sua empresa – como Instalação de Energia Solar (parece ser algo bem complicado de se atuar, mas, acredite, não é).

4 – Equipamentos que sua empresa precisa

Os equipamentos indispensáveis para a prestação de serviços de reparos residenciais são:

Equipamentos para Serviços de Limpeza

  • Enceradeira
  • Aspiradores de pó e líquidos;
  • Máquina de hidrojato;
  • Vassouras de diversos tipos, rodos, esfregões, mop’s pó e água, panos, escovas e discos para enceradeiras, esponjas de limpeza, baldes, escada e carrinho funcional;

Equipamentos para Serviços de Reparos

  • Martelo;
  • Chaves de fendas e chaves Phillips;
  • Alicates;
  • Chave de parafuso ajustável;
  • Chave para tubulações;
  • Pincéis;
  • Serra mármore e serra tico-tico;
  • Serra manual (cegueta) e serrote;
  • Furadeira manual ou elétrica e brocas de diversos tamanhos;
  • Multímetro ou alicate amperimétrico;
  • Marreta;
  • Talhadeira;
  • Plumo;
  • Nível;
  • Trena;
  • Escada;
  • Extensão elétrica;
  • Transformador 110/220V.

Os equipamentos utilizados na limpeza e reparos deverão estar em boas condições de uso.

Para isso, é necessário fazer a manutenção deles após a utilização.

Equipamentos de Proteção Individual

Atenção especial deve ser dada ao uso equipamentos dos EPI – equipamentos de proteção individual, incluindo o uso de luvas, capacetes, calçados e uniformes adequados para o exercício da atividade.

Nos trabalhos em fachadas de edificações, além das precauções relativas à segurança do empregado, é aconselhável saber da prefeitura local se há a necessidade de colocação de proteção na calçada ou de isolamento da área durante a execução do serviço, para evitar acidentes com terceiros.

Os principais equipamentos de proteção utilizados nos serviços de reparos residenciais, entre outros, são:

  • Abafadores de ruído;
  • Capacetes;
  • Luvas;
  • Máscaras;
  • Óculos de proteção;
  • Protetores faciais;
  • Botinas/sapatos.

Equipamentos para a parte administrativa da sua nova empresa:

  • Computador;
  • Telefone fixo;
  • Móveis de escritório (armários, cadeiras, mesas etc.).

É indicado que a empresa disponha de um automóvel adaptado para o transporte de funcionários, escadas, vassouras e equipamentos de sua empresa até o local de realização do serviço, a depender do serviço a ser prestado.

5 – Investimento

O investimento varia muito de acordo com o porte do empreendimento e do quantitativo de que dispõe o investidor.

Considerando uma empresa de serviços de reparos residenciais de pequeno porte, montada numa área de 50 m2, será necessário um investimento de cerca de R$ 50 mil.

Com esse valor, é possível montar uma central com atendentes, comprar um carro para o transporte da equipe, além de adquirir equipamentos e produtos para limpezas e reparos.

6 – Custos

As despesas são os gastos realizados para operar o negócio, sejam fixos ou únicos.

Separamos uma pequena lista criada com base em pesquisas com empresas da área.

Seus custos podem variar entre:

  • Aluguel, condomínio e IPTU: dependerá da localização e do tamanho do imóvel;
  • Água, luz, telefones e acesso à internet: R$ 450,00;
  • Contabilidade R$ 400,00;
  • Despesas com armazenamento e transporte: de 5% a 10 % do faturamento;
  • Produtos para higiene dos funcionários e limpeza: R$ 700,00;
  • Despesas com vendas e divulgação: 3% das vendas;
  • Recursos para manutenções corretivas: 5% do custo do equipamento ao ano.

Com essas informações em mãos, agora, é colocar sua empresa para abrir as portas (física e burocraticamente).

Para isso, é essencial ter um contador para acompanhar todo o processo.

Que tal marcarmos um café e debatermos um pouco mais sobre sua nova empresa?

Caso ainda tenha dúvidas sobre como em abrir brechó on line, entre em contato!

Se precisar de dicas e ajuda para tirar seu sonho do papel, entre em contato conosco. Estamos sempre prontos a te auxiliar.

Quer saber mais sobre como conseguir o alvará sanitário ao abrir transportadora?

Regularizar empresa: como detectar uma empresa em situação irregular

Abrir CNPJ de Forma rápida

Baixe seu E-book: Preparação para uma Gestão Espetacular: https://materiais.previsa.com.br/ebook-guia-do-sucesso-para-abertura-de-empresas

Imagem_book_guia_do_sucesso_na_abertura_de_empresas_placeit

Se tiver alguma dúvida, deixe aqui o seu comentário ou entre em contato conosco por meio do site: https://redelegalizar.com.br/contato/

Solicite um orçamento

Siga-nos também nas redes sociais e inscreva-se no nosso canal para ficar por dentro de todas as novidades do universo da contabilidade.

Facebook: https://www.facebook.com/redelegalizar/
Instagram Previsa: https://www.instagram.com/redelegalizar/
Blog: https://redelegalizar.com.br/blog/

 

O que você achou desse post?
  • Ótimo (0)
  • Útil (0)
  • Poderia ter mais informações! (0)

Deixe uma resposta