Como abrir empresa em Ribeirão Preto/SP

Quer abrir empresa em Ribeirão Preto/SP e ainda não sabe como? Pois bem… Hoje, aqui no nosso blog, vamos te ajudar entender todos os processos, documentos necessários e demais informações importantes para o seu ingresso no mundo do empreendedorismo – com foco exclusivo em como você poderá abrir sua empresa em Ribeirão Preto.

O primeiro passo é entender um pouco sobre a localização escolhida.

Vamos falar um pouco sobre Ribeirão Preto/SP

Ribeirão Preto é a nona cidade mais populosa do Brasil – com mais de 700 mil habitantes, possuindo um elevado grau de desenvolvimento humano (IDH) e possui, também, o 21º maior PIB brasileiro o que torna uma excelente cidade para empreender – ou seja, você escolheu muito bem.

Segundo o IPC Maps 2019, Ribeirão Preto ocupa a 16ª posição no ranking nacional de potencial de consumo e o 4º lugar no ranking estadual, com 12 polos de desenvolvimento econômico, destacando, primordialmente, a metalurgia, máquinas e equipamentos além da indústria de papel.

Se a região de Ribeirão Preto fosse um estado brasileiro, o faturamento do varejo seria maior do que os valores registrados no Maranhão (R$ 26,5 bilhões), Mato Grosso do Sul (R$ 26,4 bilhões), Rio Grande do Norte (R$ 22,2 bilhões), Pará (R$ 21,7 bilhões) e mais outros 10 estados. Estes dados retomam o que mencionamos logo acima: Ribeirão preto é uma excelente oportunidade para você, que deseja abrir um negócio empresarial por lá.

Agora, vamos agora ao passo a passo para empreender de forma correta, veja:

1 – Planejamento

Não é só pensar na parte burocrática, documentação, fornecedores, mercadorias, mão de obra e outras etapas que só estarão presentes depois do planejamento estar pronto, temos que priorizar e respeitar as etapas.

Após concluir o planejamento, agora, a nova fase é colocar no papel, planilhar e calcular qual o investimento que vai fazer.

Importante, também, escolher público-alvo, estudar a concorrência e o mercado de seu segmento, sem esquecer de nenhum detalhe.

2 – Tipo de negócio e Regime Tributário

A estratégia já foi traçada conforme o planejamento, então agora é preciso identificar qual o tipo de empresa.

Normalmente, as pessoas procuram inicialmente abrir um MEI (Microempreendedor Individual), para quem tem faturamento baixo de até R$ 81.000,00 anual.

Caso faturar um pouco mais, compensa abrir uma microempresa (ME), podendo chegar a R$ 360.000,00 anual. Ou uma empresa de pequeno porte (EPP) para quem já projeta faturar consideravelmente, chegando até R$ 4,8 milhões.

Quanto ao regime tributário, podemos listar as seguintes opções:

  • Lucro Real – Nesse regime apura-se o lucro ou prejuízo através das receitas, custos e despesas para apurar os impostos, sobretudo é indicado para determinadas empresas e segmentos, normalmente é feita uma avaliação tributária até chegar na decisão de optar por esse regime.
  • Lucro Presumido – É um tipo de regime tributário baseado em uma estimativa fiscal do lucro, ou seja, uma margem de lucro fixada por lei, sem necessariamente ter que corresponder ao lucro real da empresa.
  • Simples Nacional – É um regime tributário simplificado para micro e pequenas empresas, que certamente na maioria das vezes é o mais indicado e que permite a arrecadação de todos os impostos federais, estaduais e municipais em uma única guia, a DAS. A alíquota do imposto é diferenciada de acordo com o faturamento bruto, separado em faixas até o faturamento bruto anual de até R$ 4,8 milhões.
  • MEI – É o microempreendedor individual que é indicado para quem fatura até no máximo R$ 6.750,00 por mês, ou R$ 81.000,00 por ano, ótima opção para quem está começando, apesar de ter algumas limitações e o MEI indica que não pretende crescer e um ponto importante é patrimônio pessoal não se diferenciar do patrimônio da MEI, ou seja, no caso de dívidas o dono da empresa será acionado diretamente e que responderá por isso.

3 – Viabilidade

Atualmente, a maioria das Juntas Comerciais e Prefeituras estão integradas com o sistema de registro.

Portanto, ao abrir empresa em Ribeirão Preto – ou em outros termos populares, abrir firma – é importante, primeiramente, consultar a viabilidade do local de instalação da empresa.

A atividade da empresa tem que ser permitida pela prefeitura para funcionar no local escolhido, levando em consideração as características do seu mais novo negócio.

4 – Documentos

Logo após a viabilidade ser aprovada, é hora de separar os documentos que hoje em dia está bastante simplificada.

Não é mais necessária aquela lista enorme de documentos, decerto que o governo já sincronizou informações das pessoas e empresas, veja a lista a seguir:

Para os sócios

  • 1 cópia do RG ou CNH válida de cada sócio

Para a empresa

  • 1 cópia simples do IPTU do imóvel onde será instalada a empresa

 5 – Processos

Junta Comercial do Estado de São Paulo

O primeiro processo para abrir empresa em Ribeirão Preto é na Junta Comercial do Estado de São Paulo-JUCESP.

Após reunir a documentação e passar pela viabilidade da prefeitura, você deverá ter tudo preenchido e pronto para protocolar digitalmente e online no sistema da Junta Comercial.

Assim que aprovado, você terá o NIRE (Número de Identificação do Registro de Empresa) criado pela JUCESP, fixado no ato constitutivo da empresa.

CNPJ

Após os documentos da JUCESP estarem registrados, posteriormente terá o seu número de CNPJ, que a Receita Federal irá emitir.

O processo de abertura da empresa na JUCESP e na Receita Federal estão bastante ágeis atualmente para Ribeirão Preto.

Normalmente em 3 dias úteis já terá o CNPJ emitido, desde que um escritório de contabilidade realize todos esses procedimentos, considerado especialista no assunto.

Inscrição Estadual

Determinados segmentos são obrigados a obter a inscrição estadual. São eles: comércio, indústria, serviços de transporte intermunicipal e interestadual, energia e comunicação.

Em alguns casos, como resultado parcial ao processo, o contribuinte é notificado a apresentar documentos para a emissão da inscrição estadual.

Documentos estes que você certamente já possui, que é o contrato de locação ou contrato de compra e venda, documentos dos sócios e IPTU.

Inscrição Municipal

Todas as empresas, independente da atividade a ser exercida, tem a obrigatoriedade de ter a inscrição municipal cadastrada na prefeitura de Ribeirão Preto.

Serve como uma espécie de permissão para funcionar na cidade e recolherá uma taxa anual e o valor varia para cada atividade empresarial.

Essa inscrição municipal não é o alvará de funcionamento emitido pela prefeitura, vale mencionar isso para não haver confusão de documentação.

“E os demais documentos?” – você deve estar perguntando. Pois bem, tudo dependerá da atividade de sua empresa.

O ideal é sempre contar com uma assessoria contábil em todo o processo para não se perder em nada e evitar dores de cabeça.

Tudo certo? Então, pode levantar e começar a planejar sua empresa, meu caro!

Caso ainda tenha dúvidas sobre como abrir empresa em Ribeirão Preto/SP, entre em contato!

Se precisar de dicas e ajuda para tirar seu sonho do papel, entre em contato conosco. Estamos sempre prontos a te auxiliar.

Quer saber mais sobre como conseguir o alvará sanitário ao abrir empresa em Caieiras/SP?

Regularizar empresa: como detectar uma empresa em situação irregular

Abrir CNPJ de Forma rápida

Baixe seu E-book: Preparação para uma Gestão Espetacular: https://materiais.previsa.com.br/ebook-guia-do-sucesso-para-abertura-de-empresas

Imagem_book_guia_do_sucesso_na_abertura_de_empresas_placeit

Se tiver alguma dúvida, deixe aqui o seu comentário ou entre em contato conosco por meio do site: https://redelegalizar.com.br/contato/

Solicite um orçamento

Siga-nos também nas redes sociais e inscreva-se no nosso canal para ficar por dentro de todas as novidades do universo da contabilidade.

Facebook: https://www.facebook.com/redelegalizar/
Instagram Previsa: https://www.instagram.com/redelegalizar/
Blog: https://redelegalizar.com.br/blog/

O que você achou desse post?
  • Ótimo (0)
  • Útil (0)
  • Poderia ter mais informações! (0)

Deixe uma resposta