Como abrir empresa de artesanato

Pensou em abrir empresa de artesanato? Entenda então que a loja de artesanato se caracteriza pelo comércio varejista de souvenirs e bijuterias e representa uma ótima oportunidade para quem pretende abrir seu próprio negócio.

O que você, provavelmente, não sabia, é que, no Brasil, o setor de artesanato movimenta R$ 50 bilhões por ano, segundo o IBGE. 8,5 milhões de pessoas estão envolvidas com a atividade, que representa cerca de 3% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional.

Segundo especialistas, os fatores que tornam esse tipo de atividade menos suscetível às oscilações do mercado são:

  • Matéria-prima de baixo custo ou encontrada gratuitamente e em abundância, o que pode representar um importante diferencial competitivo;
  • Inexistência de público consumidor específico;
  • Mão de obra familiar, em geral.

Esse é, realmente, o setor ideal para abrir sua nova empresa. Pensando na sua decisão, hoje, vamos ajudá-lo dando dicas fáceis sobre esse processo de abertura.

Primeira ação importante

É escolher em qual segmento desse amplo mercado sua nova empresa irá atuar. E são muitos, viu?!

Acessórios de vestuário, arranjos florais, bijuterias, biscuit, caixas, cerâmicas, cestas, crochê, embalagens, enfeites, lembrancinhas, panos de prato, patchwork, pintura, sabonetes, scrapbooking, tapeçarias, tecido xadrez, texturas, topiarias, tricô, velas…. É uma lista muito extensa.

Então, aqui, compete a você analisar qual dessas subáreas você trabalha melhor e ama mais – alinhando, sempre, seu amor pelo que faz, ok?!

Segundo ponto importante

Para abrir sua nova empresa é pensar com carinho nas práticas de venda que você irá assumir.

A venda por consignação, por exemplo, é um dos recursos mais usados para negociação de produtos artesanais. A entrada de produtos na sua nova loja será, então, realizada mediante compromisso de devolução das mercadorias não comercializadas ao artesão.

A consignação é considerada operação de venda para fins fiscais. Exige emissão dos documentos fiscais pertinentes à operação de saída, em relação ao artesão, e entrada, em relação a você – o lojista.

Ela também está sujeita à tributação incidente sobre a saída de mercadorias

O lojista que recebe a mercadoria em consignação, para venda, assume a condição de depositário da mercadoria, obrigando-se a pagar o preço ajustado com o artesão ou devolver a mercadoria no mesmo estado em que a recebeu.

Os percentuais de remuneração do lojista na venda do produto artesanal devem ser negociados diretamente entre as partes e variam de acordo com o custo fixo verificado para manutenção da loja e carga tributária incidente na operação de venda.

É comum verificar que muitos artesãos fixam o preço mínimo que pretendem receber pelo produto, ao entregar para o lojista a mercadoria em consignação, permitindo ao comerciante estipular o preço de venda conforme sua conveniência.

Antes da aquisição de produtos para a venda, o empreendedor deve observar o prazo, preço, frete, garantia e condições de entrega do fornecedor, para uma boa negociação.

Você precisa estudar o mercado em que está inserindo sua nova empresa

Afinal de contas, você precisa saber se, na sua cidade, bairro ou rua, uma empresa como a que você pretende abrir funcionaria tranquilamente e bem.

Essa pesquisa inclui, como você deve ter notado, uma análise sobre a localização escolhida. Seu local deve ser estratégico – onde haja movimento de pessoas e ofereça visibilidade de sua empresa.

Uma dica sobre a localização seria – aposte em galerias (centros comerciais, shoppings populares etc.). Onde há muita circulação de pessoas, esse é o local ideal para você e sua nova empresa.

“E a legalização?”

Para regulamentar sua nova empresa, o ideal é contratar um bom contador ou uma empresa especializada em legalização de empresas. Isso porque ele irá auxiliar todos os processos de registros, liberação de alvarás, emissão de CNPJ etc.

Para encerrar com chave de ouro nossa conversa, temos algumas “dicas de sucesso” para compartilhar:

  • A profissionalização das pessoas que atuam no setor é um fator importante para a fidelização de clientes;
  • Dê atenção especial à decoração da loja optando pela exposição dos produtos comercializados, aumentando a divulgação e a atratividade;
  • Conhecer as características e a procedência dos produtos que serão vendidos faz toda a diferença na conquista de clientes;
  • Promova eventos paralelos à comercialização como encontros de artesãos, oficinas de artes e bazares para alavancar as vendas e fortalecer a imagem do negócio;
  • Fique atento às tendências de mercado e às demandas sazonais como, por exemplo, oferta de artigos para datas comemorativas específicas;
  • A loja de artesanato deve contar com uma iluminação e decoração atraentes, que valorizem os produtos expostos. Também deve ter uma área de estoque e balcão que facilitem a circulação interna;
  • A participação em feiras e eventos que reúnam expositores do segmento pode ser uma forma eficiente de propaganda e de relacionamento com o mercado;
  • Conte com um contador especialista na área para te acompanhar desde agora (o início) rumo ao sucesso;
  • Entre em contato com a Rede Legalizar!

Esperamos ter ajudado. Até a próxima!

Caso ainda tenha dúvidas sobre como em abrir uma empresa de artesanato, entre em contato!

Se precisar de dicas e ajuda para tirar seu sonho do papel, entre em contato conosco. Estamos sempre prontos a te auxiliar.

Quer saber mais sobre como conseguir o alvará sanitário ao abrir transportadora?

Regularizar empresa: como detectar uma empresa em situação irregular

Abrir CNPJ de Forma rápida

Baixe seu E-book: Preparação para uma Gestão Espetacular: https://materiais.previsa.com.br/ebook-guia-do-sucesso-para-abertura-de-empresas

Imagem_book_guia_do_sucesso_na_abertura_de_empresas_placeit

Se tiver alguma dúvida, deixe aqui o seu comentário ou entre em contato conosco por meio do site: https://redelegalizar.com.br/contato/

Solicite um orçamento

Siga-nos também nas redes sociais e inscreva-se no nosso canal para ficar por dentro de todas as novidades do universo da contabilidade.

Facebook: https://www.facebook.com/redelegalizar/
Instagram Previsa: https://www.instagram.com/redelegalizar/
Blog: https://redelegalizar.com.br/blog/

 

O que você achou desse post?
  • Ótimo (0)
  • Útil (0)
  • Poderia ter mais informações! (0)

Deixe uma resposta