Como abrir empresa em Joinville SC

Para cada novo dia, mais coragem para tirar do papel o sonho de ter sua própria empresa, não é mesmo? Exatamente por esse motivo, você, empreendedor, chegou até aqui hoje. Seu sonho de abrir empresa em Joinville /SC chegou, e hoje, vamos explicar um pouco sobre como realizar tal feito.

Já comentamos por aqui, mas, não custa relembrar: de certa forma, seu pensamento sobre “meu Deus, há muita burocracia, aqui no Brasil, para abrir uma empresa” é, de fato, real. Infelizmente! Há uma série de processos que devem ser levados em consideração, mas, eles não envolvem somente burocracia.

Abrir uma empresa exige alto conhecimento de sua parte, empreendedor, para que o seu negócio possa, de fato, prosperar. Mas, não se trata de um “bicho de sete cabeças”. Com a assessoria de um contador, tudo fica ainda mais tranquilo de ser resolvido. Tendo dito isso, vamos, realmente, começar nossa análise.

Planeje-se antes de abrir empresa em Joinville

Essa é nossa primeira dica – e, possivelmente, a mais importante.

Um relatório do Sebrae, de 2014, constatou que um dos principais motivos para a falência das empresas é a falta de planejamento prévio. Então, listamos alguns pontos essenciais para o seu primeiro planejamento (utilize-o como um check list, ok?!):

  1. Faça uma análise de mercado;
  2. Teste sua ideia (para entender se ela é realmente viável e funcional);
  3. Crie um nome de impacto para sua nova empresa;
  4. Desenvolva um plano de negócios;
  5. Desenvolva um planejamento estratégico;
  6. Determine os recursos necessários para abrir as portas;
  7. Encontre um local ideal em Joinville/SC;
  8. Desenvolva um plano de marketing.

Esses 8 itens farão com que você esteja munido de um planejamento e organização que te deixarão prontos para seguir com a abertura de sua empresa sem se perder pelo caminho.

Agora, pensando na parte burocrática, você precisará seguir o seguinte passo a passo:

1 – Escolha a natureza jurídica

Para escolher a natureza jurídica do seu negócio será necessário conversar com um contador. Por meio de uma análise da perspectiva de faturamento mensal, a atividade que a empresa exercerá e se terá sócios, ele definirá a melhor natureza para a empresa.

É fundamental enquadrar sua empresa de forma adequada, pois isso impactará nos tipos e valores de tributos que você pagará.

2 – Defina o regime tributário

No Brasil, há três regimes tributários disponíveis. A escolha deverá ser feita com uma consulta com um contador, pois ele saberá definir o regime mais adequado para determinado tipo de empresa. As opções disponíveis são:

  • Simples Nacional;
  • Lucro Presumido;
  • Lucro Real.

3 – Defina o nome de sua empresa

Sim, sabemos que você escolheu um nome de impacto lá no seu planejamento prévio. Então, agora, existe a parte burocrática dessa escolha.

Após escolher o nome da empresa, o empreendedor ir à Junta Comercial para realizar uma pesquisa e verificar se, de fato, o nome está disponível.

A solicitação é feita por meio de um formulário fornecido pela Junta no qual o empreendedor poderá verificar a disponibilidade de três nomes.

Caso um esteja disponível, será necessário realizar registro da marca no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

4 – Verifique a viabilidade de sua empresa

Diferente do planejamento, agora, a viabilidade não é de sua IDEIA, mas, sim, de sua EMPRESA.

Mas, o que isso significa?

Significa que você deverá ir à prefeitura de Joinville, informar a atividade que será realizada, apresentar o IPTU do local onde a atividade será exercida. Com isso, é possível verificar se o local tem condições para receber as atividades da empresa.

5 – Desenvolva e registre o contrato social

O contrato social e como uma certidão de nascimento da empresa. É o item mais importante no processo de abertura de um negócio. Ele definirá todas as obrigações e direitos da empresa.

Diante disso, segundo o Código Civil, o empreendedor precisará definir no desenvolvimento do contrato social os seguintes itens: interesse das partes, finalidade e objetivo do negócio, descrição do tipo de sociedade e como será definida as cotas.

Além disso, o contrato deverá conter a assinatura de um advogado para que tenha validade. Após o desenvolvimento do documento, será necessário ir a Junta Comercial para registrar o mesmo. Será necessário ainda apresentar alguns documentos, como:

  • Contrato Social ou Declaração de Empresa Individual – assinado em três vias;
  • cópia autenticada do RG e CPF dos sócios;
  • Requerimento Padrão (Capa da Junta) em uma via; cópia autenticada do RG do elaborador do contrato;
  • cópia autenticada da OAB, quando necessário;
  • pagamento das guias através de GRP e DARF.

Após o registro na Junta Comercial, o empreendedor terá o número de identificação de registro da empresa (NIRE) que deverá ser fixada no contrato. Além disso, também já terá o CNPJ.

6 – Inscrição municipal

A inscrição municipal será necessária para conquistar o Cadastro de Contribuintes Mobiliários (CCM) e senha web. Eles são ideias para liberar emissão de nota fiscal.

7 – Inscrição estadual

Empresas que exercem atividades de indústria ou comércio precisam emitir a inscrição estadual. O processo é realizado na Secretaria de Fazenda do Estado e permite que a empresa se cadastre como contribuinte do Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS).

É preciso mencionar que em muitas cidades a inscrição pode ser feita junto com a do alvará de funcionamento. Caso não seja o caso da sua cidade, você precisará reunir os seguintes documentos para emitir a inscrição:

  • Comprovante de endereços dos sócios, cópia autenticada ou origina;
  • Certidão de casamento e cópia autenticada do RG e CPF do cônjuge e filhos menores;
  • Cópia autenticada do contrato de locação do imóvel ou escritura pública do imóvel; – quando for o caso;
  • RG e CPF dos sócios;
  • Cópia do alvará de licença;
  • Cópia do contrato social; Cópia do CNPJ.

Tendo passado por todos os passos, sua empresa está, burocraticamente falando, pronta para abrir as portas e funcionar com maestria.

Não se esqueça de sempre contar com o apoio de um contador (em cada um dos passos supracitados) – isso garantirá que você mantenha tudo em ordem e sem dores de cabeça.

Esperamos ter ajudado. Até a próxima!

Caso ainda tenha dúvidas sobre como em abrir empresa em Joinville, entre em contato!

Se precisar de dicas e ajuda para tirar seu sonho do papel, entre em contato conosco. Estamos sempre prontos a te auxiliar.

Quer saber mais sobre como conseguir o alvará sanitário ao abrir empresa em Florianópolis?

Regularizar empresa: como detectar uma empresa em situação irregular

Abrir CNPJ de Forma rápida

Baixe seu E-book: Preparação para uma Gestão Espetacular: https://materiais.previsa.com.br/ebook-guia-do-sucesso-para-abertura-de-empresas

Imagem_book_guia_do_sucesso_na_abertura_de_empresas_placeit

Se tiver alguma dúvida, deixe aqui o seu comentário ou entre em contato conosco por meio do site: https://redelegalizar.com.br/contato/

Solicite um orçamento

Siga-nos também nas redes sociais e inscreva-se no nosso canal para ficar por dentro de todas as novidades do universo da contabilidade.

Facebook: https://www.facebook.com/redelegalizar/
Instagram Previsa: https://www.instagram.com/redelegalizar/
Blog: https://redelegalizar.com.br/blog/

O que você achou desse post?
  • Ótimo (0)
  • Útil (0)
  • Poderia ter mais informações! (0)

Deixe uma resposta